Nosso Radar de Celebridades tem com objetivo identificar e apresentar um grande painel das celebridades de nosso tempo - figuras públicas brasileiras que têm alcançado destaque e adesão junto a públicos significativos.

Conheça a proposta

Luciano Huck

Campo de exposição

O principal veículo  de acesso à imagem de Luciano Huck é a Tv, através do seu programa “Caldeirão do Huck”. Além disso, o apresentador é frequentemente solicitado em campanhas e comerciais, e possui um grande destaque na mídia em geral. 

Nas redes sociais, Huck tem cerca de 17,1 milhões de seguidores no Instagram, 18 milhões de curtidas no Facebook, mais de 12,8 milhões de seguidores no Twitter. Suas publicações variam entre fotos pessoais, protestos políticos e merchandising. 

Data da coleta dos números: 03/10/2019

 

Acontecimentos

  • Relacionamentos amorosos

A agitada vida amorosa de Luciano Huck já rendeu muitas manchetes para a mídia de entretenimento. Atualmente ele é casado, mas quando mais novo o jornalista tinha fama de namorador. Assim, Luciano já se relacionou com nomes conhecidos como Patrícia de Sabrit, Eliana, Ivete Sangalo, Astrid Monteiro e por último, Angélica, atual esposa do apresentador.Tal relacionamento foi repentino e acelerado, e o matrimônio se deu no mesmo ano em que assumiram o romance (estando Angélica já grávida do primeiro filho do casal). 

  • Caldeirão do Huck

Foi através do programa que Luciano Huck consolidou seu perfil público e conquistou de vez o Brasil. Com quadros voltados para o social, a atração das tardes de sábado fez com que ele ganhasse grande popularidade com o público de massa e atrelasse a sua imagem pessoal a valores como empatia e solidariedade. Tal representação está tão presente no imaginário brasileiro que na internet existe uma brincadeira com o termo “Ajuda Luciano”, utilizado em seus quadros. Entretanto, no contexto da web, a hashtag está presente nos mais variados casos e contextos (sendo muitas vezes usada em  tom de ironia). 

  • Polêmicas

Recentemente Luciano Huck teve seu nome divulgado na lista de financiamentos realizados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em 2013. Na ocasião, Huck adquiriu o valor de R$ 17,7 milhões para comprar um jatinho particular da Embraer. O processo teve como beneficiária a empresa Brisair Serviços Técnicos e Aeronáuticos Ltda., da qual Luciano e Angélica são sócios. O casal afirmou que todo o processo foi legal e transparente, além da dívida ter sido paga.

Outra polêmica em que o apresentador se envolveu foi a construção de sua casa de veraneio em Angra dos Reis. Em 2007, Luciano foi acusado de crime ambiental após supostas construções irregulares em sua propriedade. A Justiça chegou a paralisar  as obras no local, porém, em 2009, o então governador Sérgio Cabral assinou um decreto alterando a lei de proteção ambiental e beneficiando o artista.

Entretanto esse não é o único acontecimento que envolve o apresentador e o mundo da política. Muito influente nesse meio, Huck possui diversos contatos e parcerias influentes. Em 2014, ele chegou a fazer campanha para o então amigo Aécio Neves. Entretanto, após a divulgação de áudios do tucano com o dono da JBS, Huck se distanciou e excluiu das redes sociais as imagens que mostravam a relação entre os dois.

 

Públicos e valores evocados

Por possuir um programa de Tv, Luciano Huck atrai um público bem abrangente. No entanto, pode-se destacar em sua audiência a classe média e a população de massa, que se identificam com os quadros realizados no show do apresentador. Além disso, o dono do bordão “loucura, loucura, loucura” também se relaciona com o público de classe mais elevada, e possui um ciclo social repleto de amizades famosas (como Ashton Kutcher, Neymar e Madonna).

Ele ainda evoca valores como solidariedade e empatia, visto que o seu discurso enfatiza a ideia de “criar um mundo melhor”. Além disso, em suas redes sociais, Luciano traz a impressão de ser uma pessoa ligada à família, sempre compartilhando cliques com a esposa e os filhos. Nos últimos anos o apresentador vem se manifestando a respeito do cenário político brasileiro, e chegou a ser cogitado como candidato à presidência da República em 2018. Recentemente, ele fez críticas ao governo Bolsonaro e vem agregando apoiadores políticos pelo Brasil, sendo apontado como um provável candidato em 2022.

 

Evelly Lopes
Graduanda em Publicidade e Propaganda na UFMG
Bolsista de Iniciação Científica pelo GrisLab

Biografia

Luciano Grostein Huck nasceu em São Paulo, capital, no dia 03 de setembro de 1971. Filho do casal Hermes Marcelo Huck e Marta Dora Grostein, ele desde cedo se revelou  um jovem promissor na área da comunicação. Casado com a apresentadora Angélica, Luciano é pai de 3 filhos e sua família é frequentemente focalizada pela mídia de entretenimento.

Inicialmente, Huck teve dúvidas a respeito de qual carreira seguir. Assim, começou a cursar Direito na Universidade de São Paulo, para seguir os passos do pai. Entretanto, não chegou a completar a graduação. No mesmo período, decidiu estudar Jornalismo e logo se tornou um prodígio na área. 

Dessa forma, aos 20 anos Luciano começou a estagiar em agências de comunicação e dois anos depois  já publicava seus trabalhos em uma coluna intitulada “Circulando”, no Jornal da Tarde. Mais tarde, Huck foi contratado pela Jovem Pan para conduzir um programa de rádio e, tempos depois, foi convidado  para apresentar um quadro no programa “Perfil” -  conduzido por Otávio Mesquita.

Seu carisma com o público logo se destacou, e em pouco tempo o jornalista chamou a atenção da Rede Bandeirantes. Assim, ele se tornou apresentador do “Programa H”, e fez grande sucesso na época. Em 1999, recebeu uma proposta da Rede Globo. 

Em 2000 o apresentador estreou o programa “Caldeirão do Huck”, com a missão de substituir o inesquecível “Cassino do Chacrinha”. Inicialmente a nova atração enfrentou algumas dificuldades para conquistar audiência, mas após algumas adaptações o show vespertino caiu no gosto popular.

Além de sua carreira em frente às câmeras, o apresentador também é empresário, produtor e escritor. Ele ainda é diretor-presidente do Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias, ONG que tem como missão promover o desenvolvimento profissional, social e pessoal de jovens por meio do audiovisual, criada pelo próprio Luciano.