Nosso Radar de Celebridades tem com objetivo identificar e apresentar um grande painel das celebridades de nosso tempo - figuras públicas brasileiras que têm alcançado destaque e adesão junto a públicos significativos.

Conheça a proposta

Pe. Fábio de Melo

 

Campo de exposição: onde o Pe. Fábio de Melo é acessado?

O canal do Youtube do padre, existente desde 31 de novembro de 2011, tem mais de 350 mil inscritos e acumula um total de 84.852.965 visualizações.

Sua conta no Instagram tem 8 milhões de seguidores. Seu perfil no Facebook possui mais de 6,5 milhões de curtidas, e sua conta do Twitter, 4 milhões de seguidores.

Na plataforma de streaming Spotify, o padre possui 121 mil ouvintes mensais.

(Informações coletadas em 01/03/18)

 

Acontecimentos: o que tem marcado a aparição pública de Pe. Fábio de Melo?

A ascensão do  padre Fábio de Melo como celebridade é resultado de suas aparições em programas de televisão e rádio, divulgando  suas falas, posturas e atitudes cristãs, bem como sua música. Em sua trajetória não há registros de acontecimentos polêmicos e/ou de grande repercussão.

  • Suas redes sociais também desempenham um papel importante na consolidação do seu status, pois é nesse meio que suas falas ganham proporções de grande alcance. Em sua conta no Twitter, ele fala sobre atitudes de amor que os cristãos devem ter, bem como tolerância, solidariedade e humildade. No Snapchat e no Instagram, o padre faz algumas brincadeiras e chegou a criticar o livro O Pequeno Príncipe, dizendo que a obra é usada como justificativa de pessoas carentes e “sanguessugas”. Assim, ele criou um personagem com o nome do livro, que atua como comentador das críticas feitas à obra, e também discorre sobre outros acontecimentos, como, por exemplo, participantes do reality show Big Brother Brasil. Esse personagem é responsável por representar vários posicionamentos de Fábio, além de  reclamações, críticas e interações com os fãs.
  • Especulando sobre a vida amorosa do padre, chegaram a dizer que ele estava “perdidamente apaixonado” e sairia da igreja católica para se casar com uma moça. Em seu Twitter, o padre lidou com a situação de maneira cômica, negando tais boatos. Seu lado cômico já se sobressaiu em outras situações, como quando disseram que ele estava sob efeitos de um remédio em um post no Snapchat, e ele respondeu que não mais fazia uso do medicamento, ironizando a si mesmo e sua performance em questão. O padre também tem outros personagens que fazem sucesso em suas redes sociais, como o Cleverson Carlos (assessor do padre). Ele comenta com Fábio alguns assuntos e polêmicas da sociedade. O padre já  imitou o apresentador Celso Portiolli, que apreciou o gesto e ainda retribuiu com outra imitação do padre, levando o episódio como uma “brincadeira entre amigos”.
  • A vaidade de Fábio também chama a atenção, e parte dos fiéis chegou a questionar sua excessiva preocupação  com a aparência. O padre é reconhecido por sua beleza, sendo assediado nas redes sociais, em que aparecem várias manifestações que exaltam e elogiam seus atributos físicos. Ao comentar essas situações de assédio e questionamento de sua vaidade, o padre  utiliza  a Bíblia para justificar seu cuidado com o corpo.

 

Público e valores que Pe. Fábio de Melo evoca

O padre evoca valores tradicionais como família, religião, amor ao próximo, respeito, humildade, entre outros. Tais valores ficam claros em suas aparições em programas de televisão, frequentemente falando sobre o amor, o cristianismo e a solidariedade humana. Ao mesmo tempo, o sacerdote também evoca valores contemporâneos, como a tolerância e o respeito à diversidade, ancorados na supremacia do valor do amor em relação aos outros. Amor sem preconceito, sem distinção de raça, gênero e orientação sexual. A figura pública do padre é acionada por muitos fiéis e não fiéis para mostrar como o cristianismo deveria ser repleto de amor e respeito em todas as suas ramificações.

A aparência bem cuidada  do padre Fábio, por sua vez,  evoca  outros valores, como a preocupação com o corpo e seu bem estar. O padre se diz cuidadoso consigo mesmo e assume que “vaidade bem dosada é benéfica ao ser humano”. Além disso, o  seu posicionamento  por vezes cômico evoca valores como a alegria e a diversão. A leveza em aceitar  críticas (e fazê-las) de forma bem-humorada é bastante usada pelo padre, que propõe esse valor para lidar com os problemas da vida.

Fábio de Melo atinge um público diferenciado, não sendo composto apenas por fiéis católicos e pessoas religiosas. Ainda que suas músicas conquistem mais os católicos fiéis, não são apenas estas que sustentam seu status célebre – mas o conjunto de valores que ele evoca, apontados acima.

,

Biografia

Fábio José de Melo Silva nasceu em Formiga (MG) no dia 03 de abril de 1971. É o caçula de oito filhos de uma família simples, constituída por Dorinato Bias Silva, pedreiro, e Ana Maria de Melo Silva, dona de casa. Formado em Filosofia pela Fundação Educacional de Brusque/SC e em Teologia pela Faculdade Dehoniana, em Taubaté (SP), o padre realizou uma especialização em Educação, no Rio de Janeiro, e fez seu mestrado em Teologia Sistemática no Instituto Santo Inácio (ISI), em Belo Horizonte (MG). Em seguida, retornou à cidade de Taubaté/SP, para lecionar na área de Teologia Fundamental e Sistemática, na mesma faculdade onde se formou.

Desde pequeno, Fábio cantava e escrevia trechos de poemas. Após 16 anos de formação e estudos nos seminários Dehonianos, ordenou-se sacerdote em 15 de dezembro de 2001, na Igreja Matriz de São Vicente Ferrér de Formiga, pela imposição das mãos e oração consecratória do arcebispo metropolitano de Belém (PA), Dom Alberto Taveira Corrêia. Em sua vida sacerdotal e espiritual, tem como referência, além do Padre Zezinho e do Padre Joãozinho, o Padre Léo.

Contando com total apoio da família e com incentivo do Padre Joãozinho, Padre Fábio de Melo lançou seu primeiro disco ainda no tempo de seminário, em 1997, o CD “De Deus um cantador”. Ao receber a ordenação diaconal, Fábio compôs “As estações da vida”, fazendo uma analogia às Estações do Ano para tematizar o processo de aproximação do ser humano com Deus. Já ordenado padre e após o mestrado, em 2001, traz ao mercado “Marcas do Eterno”. Esse disco reflete seus então recentes estudos em Antropologia Teológica sobre “o cotidiano como lugar de revelação”. Atualmente, Pe. Fábio de Melo está à disposição na Diocese de Taubaté. Fábio faz participações em vários programas de diversos canais nas grades nacionais, cantando e até mesmo expondo suas opiniões e palavras de fé.