Nosso Radar de Celebridades tem com objetivo identificar e apresentar um grande painel das celebridades de nosso tempo - figuras públicas brasileiras que têm alcançado destaque e adesão junto a públicos significativos.

Conheça a proposta

Pelé

Campo de exposição

Quando era atleta profissional, Pelé mantinha um grande contato com a mídia esportiva. Entretanto, atualmente o Rei prefere evitar a exposição — muito disso devido aos seus problemas de saúde. Todavia, lances e jogadas de Pelé frequentemente são relembrados pelos meios de comunicação, e sua imagem continua muito forte e presente.

Em suas redes sociais, Pelé gosta de relembrar o passado. Assim, divulga conteúdos exaltando seus feitos antigos, encontros com personalidades importantes e realiza publicidades discretas. O ex-esportista possui 4,1 milhões de seguidores no Instagram, 5,3 milhões de curtidas no Facebook, e 2,6 milhões de seguidores no Twitter.

Além disso, seu nome está atrelado ao museu de futebol existente em Santos (feito em sua homenagem), e ainda possui uma fundação de caridade que também carrega o seu apelido.

(Informações coletadas em 27/01/2020)

 

Acontecimentos

  • Por seus feitos futebolísticos, Pelé foi condecorado pela Rainha Elizabeth II como  Cavaleiro Comandante da Mais Excelente Ordem do Império Britânico, sendo o único brasileiro a possuir tal título.
  • O Rei ainda possui vários outros títulos. Em 1999, Pelé foi eleito pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol como “futebolista do Século”. Já em 2000, foi consagrado pela FIFA como “O Jogador de Futebol do Século XX”.
  • Mesmo sendo um dos jogadores mais importantes do Santos, Pelé decidiu alistar-se para servir às forças armadas. Assim, o atleta — que passou a ser chamado de Soldado 201 Nascimento — chegou a enfrentar a Seleção Brasileira como jogador da Seleção do Exército.
  • O ex-jogador também teve participação na política. Depois de se aposentar, Pelé se tornou Ministro do Esporte no governo de Fernando Henrique Cardoso. Em seu mandato, ele criou a Lei Pelé — que visava oferecer uma maior transparência no esporte e trazer mais profissionalismo a atividade.
  • Em 2012, Pelé representou o Brasil no encerramento das Olimpíadas de Londres (na ocasião o país seria a próxima sede do evento). Assim,  o ex-jogador foi uma das personalidades convidadas para a cerimônia – visto que ele é a personificação da ideia de brasilidade existente no imaginário mundial.
  • Pelé possui 7 filhos, entretanto, seu relacionamento com Sandra Regina Machado Arantes do Nascimento Felinto não foi dos melhores, visto que era filha bastarda. Enquanto viva, Sandra teve que lutar na justiça para ter seus direitos reconhecidos e mesmo em seu leito de morte seu pai não a aceitou.

 

Públicos e valores evocados

Por ter tido uma carreira vitoriosa como jogador, Pelé atrai a atenção de grande parte dos fãs de futebol. O craque possui a admiração de muitos colegas de trabalho e é tido como inspiração para os que estão iniciando nessa profissão, sendo considerado o principal símbolo do Brasil no esporte — evocando valores como o gingado brasileiro e a cordialidade desse povo, sobretudo no exterior. Nesse sentido, o estilo saudoso que mantém em suas redes sociais contribui para o fortalecimento de sua imagem como ídolo-inspiração.

Assim, Pelé também traz a tona valores como determinação e força de vontade. Além disso, ele é um jogador símbolo de uma época em que o preconceito racial estava muito presente no futebol. Entretanto, apesar de ter confessado que sofria racismo, o Rei não levantou a bandeira antirracista enquanto jogador e ainda adota um discurso pautado na negação.

Biografia

Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé, nasceu em 23 de outubro de 1940 em Três Corações,  Minas Gerais, filho da união entre o jogador João Ramos do Nascimento (conhecido como Dondinho) e Celeste Arantes. Desde cedo Pelé demonstrava que seguiria os passos do pai, e aos 4 anos começou a brincar que seria jogador também.

Na infância, Edson se inspirava em José Lino da Conceição Faustino - o Bilé, goleiro amigo do seu pai. Porém, o menino não conseguia pronunciar corretamente o apelido do jogador, e em suas brincadeiras usava a expressão “Segura, Pilé”. Seus amigos o apelidaram de Pelé, e desde então Edson o adotou como nome oficial.

Ainda pequeno mudou-se para Bauru - São Paulo, onde trabalhou como engraxate para contribuir com a renda familiar. Aos 11 anos, Pelé entrou para o time Bauru Atlético Clube e se destacou, chamando a atenção de Waldemar de Brito - que o levou para o Santos.

Assim, com apenas 15 anos, Pelé se tornou jogador profissional e rapidamente passou a ser o ídolo do time (onde ficou por quase duas décadas). Em sua trajetória no clube, Pelé conquistou 5 Taças Brasil, 4 Torneios Roberto Gomes Pedrosa/Rio-São Paulo, 2 Mundiais de Interclubes, 2 Taças Libertadores da América, 1 Taça de Prata e 25 títulos em torneios exteriores. Por isso, Pelé é considerado um dos maiores ídolos da história da instituição.

Na seleção não foi diferente. Convocado aos 17 anos, Pelé construiu uma trajetória vitoriosa, participando de 3 dos 5 títulos mundiais que o Brasil possui. Ele também é o maior artilheiro da seleção masculina, com 95 gols. Por sua carreira memorável, Pelé recebeu o título de “Rei do Futebol” e é reconhecido no mundo inteiro.

Após muitos anos no Brasil, em 1975 Pelé transferiu-se para o futebol estrangeiro. Assim, ele passou a jogar no New York Cosmos e após 2 anos, se aposentou. Em sua temporada no clube, o jogador despertou a atenção do público norte-americano e popularizou o esporte no país, o que resultou na volta das participações da seleção estadunidense em Copas do Mundo, em 1990. Atualmente, Pelé vive em Santos e encontra-se com a saúde debilitada.